Fechar

Fechar

Assessor do Crea aponta de quem será a culpa, caso Cine Capitólio desabe

Da Redação*. Publicado em 1 de agosto de 2018 às 10:41.

O assessor técnico da presidência do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), Geraldo Magela, comentou a querela envolvendo a Prefeitura Municipal de Campina Grande e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), com relação ao projeto de revitalização do antigo cinema Cine Capitólio.

Ele disse que já foram realizadas várias vistorias com o Crea, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e outros órgãos, e que foram detectadas fissuras nas paredes, ferragem comprometida além do teto, que foi completamente derrubado.

Foto: Paraibaonline

Magela ainda disse ter acreditado que após a última reunião, feita no Ministério Público, tudo seria resolvido e que agora se surpreendeu novamente com o embargo do projeto arquitetônico.

Ele ainda comentou sobre os tapumes que cercam o antigo cinema. Segundo ele, não resolve nada.

– Aquilo não é nem um cerco, é um tapume de meio metro a dois metros de altura que não protege ninguém, porque se cair mata quem estiver por perto. Nossa obrigação é fazer fiscalização e já fizemos muitas vistorias e há um grande risco de desabamento. Acho que o que há ali é uma decisão política entre a Prefeitura de Campina Grande e o pessoal do Iphaep que deve ser feita – ressaltou.

O especialista disse ainda que se o Capitólio cair, “a culpa é da Prefeitura e do Iphaep. As duas têm que tomar as providências de um jeito ou de outro”.

*Informações da Rádio Campina FM

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube