Fechar

Fechar

Sindicato dos motoristas é contra desembarque para mulheres fora dos pontos fixos

Da Redação*. Publicado em 13 de julho de 2018 às 11:03.

O presidente do Sindicato dos Motoristas de Ônibus de Campina Grande, Antonino Macedo, se pronunciou contrariamente à lei sancionada esta semana, que dá direito às mulheres solicitarem embarque ou desembarque, após as 20h, em locais que não sejam os pontos oficiais de parada, com objetivo de diminuir casos de insegurança nos pontos de ônibus e também dá mais segurança a elas.

Ele disse que o decreto pegou a categoria de surpresa e que iria tentar uma reunião com a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP) para saber como se dará a fiscalização dessa lei.

Foto: Paraibaonline

Segundo Antonino, caso a lei se estabeleça na prática, os motoristas não devem ser multados quando chegarem às garagens atrasados.

– O motorista tem uma rota e um horário a cumprir e se ele chega atrasado paga uma multa. Com essa lei, a cada esquina serão solicitadas paradas e isso vai aumentar o tempo do percurso e a violência nos ônibus, porque o passageiro vai passar também mais tempo dentro do coletivo – disse.

Macedo ressaltou que vai acionar o setor jurídico do sindicato para se prevenir, pois, segundo ele, o motorista não deve ser penalizado se chegar atrasado nos pontos finais ou paradas oficiais.

*Informações da Rádio Campina FM

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube