Fechar

Fechar

Mesmo com decisão da Justiça em favor da UEPB, ano letivo deve ser adiado

Da Redação*. Publicado em 12 de julho de 2018 às 10:01.

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba, Antonio Rangel Junior, disse que a determinação judicial expedida pelo Tribunal de Justiça em desfavor do governo do Estado, a qual obriga o cumprimento do repasse de 100% do duodécimo referente a 2017, para a UEPB, não vai cancelar a portaria expedida pela instituição que informa a transferência do início do ano letivo 2018.1, para novatos, para o início de 2019.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Rangel afirmou que, caso a decisão seja homologada e publicada, ela diz respeito ao orçamento do ano de 2017.

– Se refere ao orçamento de 2017 e não de 2018. Essa decisão ainda carece de publicação e de notificação ao governo do Estado, que já disse que vai recorrer. Isso poderia ser resolvido pelo reconhecimento do governo, pelo diálogo, mas como há predisposição de não apoiar as decisões da universidade, o governo vai recorrer – disse.

O reitor ainda ressaltou que esta teria sido a primeira vez que a UEPB judicializou ação contra o governo do Estado e que os valores vão ser usados para repor custeios.

*As informações são da Rádio Campina FM

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube