Fechar

Fechar

Hospital Universitário de Campina finaliza pendências anteriores à gestão da Ebserh

Ascom. Publicado em 27 de julho de 2018 às 10:21.

Pouco mais de dois anos e meio após aderir à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), o Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) está em processo de finalização de pendências anteriores ao início da gestão pela empresa pública.

Dentre as ações executadas desde dezembro de 2015, estão: a melhoria dos processos de gestão; a recuperação do quadro de recursos humanos; e o aprimoramento das atividades hospitalares vinculadas ao ensino, pesquisa e extensão, bem como à assistência à saúde.

Esta semana, uma audiência de conciliação estabeleceu os últimos passos para aquisição de equipamentos e realização de reformas no hospital, que é vinculado à Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

A sessão ocorreu na 6ª Vara da Justiça Federal, na quarta-feira passada (25), após instauração de ação civil pública pelo Ministério Público Federal (MPF).

Foto: Ascom

Foto: Ascom

O HUAC tem, agora, até 2020 para regularizar o funcionamento. O prazo foi estabelecido pela Justiça Federal, após acordo firmado na presença de representantes da UFCG, HUAC, Ebserh, MPF e Advocacia-Geral da União.

Segundo o superintendente do HUAC, professor Homero Rodrigues, a ação civil pública decorreu de inspeção da Agência Estadual de Vigilância Sanitária nas instalações do hospital em 2013 antes da gestão da Ebserh, iniciada em  2015.

“Desde então, foram tentadas as devidas correções, mas só recentemente obtivemos os recursos necessários para promover reformas na estrutura do hospital e aquisição de novos equipamentos, particularmente um tomógrafo e um angiógrafo. Essa audiência na Justiça Federal teve, exatamente, um caráter homologativo, em que apresentamos ao MPF e ao Judiciário as nossas ações e o cronograma de execução”, explicou o superintendente.

Conforme Homero Rodrigues, ao longo dos anos, o HUAC foi submetido a um baixo nível de investimentos, o que ocasionou a degradação em várias de suas dimensões, como recursos humanos, infraestrutura e equipamentos.

A partir da assinatura do contrato com a Ebserh, o novo modelo de gestão tem solucionado inadequações administrativas, de infraestrutura física e tecnológica e também de dificuldade de articulação com a rede de atenção à saúde.

Vinculada ao Ministério da Educação, a Ebserh foi criada em 2011. A empresa pública é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) e atua a partir de contrato firmado com as universidades.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube