Fechar

Fechar

Servidores da Saúde suspendem greve, mas mantêm alerta de nova paralisação em CG

Da Redação com Ascom. Publicado em 11 de junho de 2018.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Em assembleia pública realizada na manhã desta segunda-feira, 11, em frente à Secretaria de Administração, os servidores da Saúde de Campina Grande decidiram, por força de liminar, suspender a greve iniciada em 02 de maio e retornar às atividades profissionais.

Entretanto, a categoria mantém o alerta de nova paralisação, já que nenhuma das reivindicações foi atendida e muitos trabalhadores sequer receberam o salário referente ao mês de maio.

A direção do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab) encaminhou ofício à Prefeitura Municipal ainda no final da manhã, informando sobre a suspensão do movimento e os efetivos devem retornar às suas funções imediatamente após o recebimento do documento pela gestão.

“O custo para os servidores manterem a greve após a liminar da justiça seria muito alto. Prejuízo que eles não teriam como arcar diante de todas as dificuldades, sobretudo com o atraso, recorrente, no salário, que ainda não caiu na conta de centenas de servidores”, declarou o vice-presidente do sindicato, Giovanni Freire.

Ele reforçou, mais uma vez, que a luta não é apenas pelos direitos dos profissionais efetivos, mas de toda a população.

“Direitos básicos continuam sendo negados, essa luta não é só dos trabalhadores, é de toda a população, em defesa do SUS. Nós suspendemos a greve por uma decisão judicial, mas lembramos que nenhuma pauta foi atendida e não houve nenhum diálogo, só descaso e desrespeito, portanto o alerta permanece”, completou.

A pauta não contemplada inclui:

Reajuste salarial de todas as categorias, respeitando-se a data base, reforçando que o aumento concedido de apenas 2% não é aceito pelos trabalhadores;

Pagamento do benefício referente ao Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ) e da Gratificação por Incentivo ao Trabalho (GIT); Efetivação dos Planos de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) tanto para Agentes de Combates às Endemias (ACE) e Agentes Comunitários de Saúde (ACS), como para os demais profissionais da saúde ;

Melhorias das condições de trabalho, que estão precárias em todos os setores da saúde.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube