Fechar

Fechar

Procurador-geral do Estado enfatiza impossibilidade de repasse para o Judiciário

Da Redação*. Publicado em 14 de junho de 2018.

O procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, falou sobre o avanço no valor do pagamento de precatórios observado desde o início do governo Ricardo Coutinho (PSB), em 2011.

Ele citou que o governo pagou R$ 700 milhões de precatórios, enquanto entre 2002 e 2010 foram pagos apenas R$ 20 milhões.

Foto: Paraibaonline

Gilberto afirmou que o governo está precisando enxugar despesas e disse que há uma defasagem de 18%.

Segundo ele, o Judiciário quer 20% do que o Executivo arrecada e mencionou que “essa lógica não existe”, porque não se tem de onde tirar.

– O Poder Judiciário é um poder, não é formado só por uma pessoa, tem uma corte com 19 desembargadores e essa relação foi estabelecida – disse.

*As informações foram concedidas em entrevista à Rádio Arapuan FM

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube