Fechar

Fechar

Prefeito de Cabedelo anuncia concurso público

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 21 de junho de 2018 às 20:27.

O prefeito interino de Cabedelo Vitor Hugo Casteliano (PRB) afirmou que a o município vive um novo momento administrativo e de desenvolvimento no sentido de garantir um futuro melhor para a população, após a onda de denúncias de irregularidades que afastou o prefeito Leto Viana (PRP), 10 vereadores e servidores pegos pela Operação Xeque Mate.

Segundo ele, o município está em 3º lugar com maior arrecadação no Estado e tem recursos para várias ações que não foram feitas, mas agora começa avançar depois de muitas perdas. “Entre outras obras, já estamos preparando um concurso público para Cabedelo, que deverá sair ainda este ano e vai abranger várias áreas. Há muito tempo que a Prefeitura não faz um concurso e se faz necessário servidores para o setor de saúde, educação, Segurança e Infraestrutura”, atestou.

Foto: Paraibaonline

O prefeito espera lançar o edital no final de novembro para contratar os concursados no ano que vem. Ele disse ainda que com recursos próprios foram investidos R$ 4, 5 milhões em pavimentação e mais  R$ 4,5 milhões em tecnologia.

“Nós vamos lançar o geoprocessamento do município, que vai tirar Cabedelo do patamar zero para o patamar dez. Nós vamos procurar agora o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento – BIRD e Cabedelo vai se transformar em uma cidade autossustentável”, ressaltou.

Em relação a sua situação jurídica, o prefeito Vitor Hugo informou que fica no cargo até o final de dezembro por conta do seu mandato como presidente da Câmara Municipal.

“Para o segundo biênio já foi feita a eleição e o único que pode assumir a presidência da Casa sou eu novamente porque os outros estão detidos e afastados. Eu assumo em primeiro de janeiro de 2019 a presidência da Câmara e faço a eleição par os outros cargos e, consequentemente, assumo a prefeitura no dia seguinte”, explicou

Ele afirmou ainda que se Câmara Municipal cassar ainda este ano o mandato do prefeito afastado Leto Viana, é provável que em 2019 haja eleições suplementares, cuja decisão é do Supremo Tribunal Federal. “Ano que vem tendo as eleições, eu tenho até 180 dias pra organizar eleições, que deverá acontecer em julho”,salientou.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube