Fechar

Fechar

Empresário é preso em João Pessoa suspeito de fraudar quilometragem de veículos

Secom/PB. Publicado em 26 de junho de 2018 às 11:27.

Um empresário pessoense foi preso, na manhã desta terça-feira (26), suspeito de fraudes em marcadores de quilometragem de veículos.

A prisão fez parte da ‘Operação Vitruvius’, realizada pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte  (MPRN) em parceria com a Polícia Civil da Paraíba.

Além da prisão, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa e na empresa do suspeito.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

De acordo com o delegado Allan Terruel (foto), titular da Delegacia Especializada em Combate ao Crime Organizado (Decor), as investigações foram iniciadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), vinculado ao MPRN. “Como o alvo se encontrava em João Pessoa, o Ministério Público do Rio Grande do Norte entrou em contato com a Polícia Civil da Paraíba para pedir apoio no cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão, que foram devidamente cumpridos”, afirmou Terruel.

O empresário foi preso quando se encontrava em sua residência, localizada no bairro do Geisel, em João Pessoa. Outra equipe do Decor se deslocou até a empresa pertencente ao suspeito, que funciona na Avenida Camilo de Holanda, no Centro da Capital. Nos dois locais, os policiais realizaram buscas e apreenderam vários materiais elétricos e eletrônicos, que serão examinados por peritos para constatar se foram usados na prática dos crimes.

“Como a operação é do Gaeco do MPRN, o preso se encontra custodiado na carceragem da Central de Polícia, no Geisel, mas não ficará em João Pessoa. Ele está aguardando a autorização da Justiça para ser transferido para o Rio Grande do Norte, onde será apresentado às autoridades do Estado”, detalhou o delegado.

De acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Norte, “as investigações da operação Vitruvius apontam que mais de 200 veículos tiveram marcadores de quilometragem fraudados. Além de João Pessoa, houve cumprimento de mandados de prisão nas cidades de Natal, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante (todas no RN). Ao todo, seis pessoas foram presas e 50 locais foram alvos de busca e apreensão”.

operação desarticulou um esquema de fraudes contra consumidores, que adulterava marcadores de quilometragem de veículos, os chamados hodômetros. Interceptações feitas com autorização judicial apontam que em apenas 45 dias pelo menos 202 veículos tiveram seus hodômetros adulterados. As investigações estão sob segredo de Justiça.

Ainda segundo o Ministério Público do RN, a operação Vitruvius apura crimes contra as relações de consumo, associação criminosa e estelionato. Durante o período das interceptações, foram identificados mais de 150 participantes das fraudes, a maior parte deles empresários do ramo de revenda de veículos usados. Os carros adulterados foram identificados através dos diálogos captados nas interceptações telefônicas e mediante diligências e filmagens realizadas em campo pela equipe do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do MPRN.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube