...

Campina Grande - PB

SES recomenda monitoramento da resistência de bactérias a antibióticos em hospitais

04/05/2018 às 16:18

Fonte: Da Redação com Secom/PB

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde (Gevs), divulgará uma nota técnica, entre todos os hospitais públicos e privados da Paraíba, com recomendações para o monitoramento da resistência de bactérias aos antibióticos.

O objetivo é fortalecer as ações da Comissão Estadual de Controle de Infecção em Serviços de Saúde (Ceciss-PB), do Lacen-PB e da Agevisa nos serviços hospitalares.

O trabalho será por meio de monitoramento das recomendações, a exemplo de visitas técnicas, confirmação de resultados laboratoriais e inspeções sanitárias.

A resistência das bactérias aos medicamentos é um dos problemas mais graves que atingem os pacientes. As recomendações, que seguem critérios do Ministério da Saúde, têm a intenção de qualificar e fortalecer a Rede.

Foto: Secom/PB

Foto: Secom/PB

“A nota técnica nada mais é do que a orientação do fluxo, que já acontece de forma rotineira. Por meio dela, a SES vai ter condições de melhorar o monitoramento de eventuais surtos que possam vir a ocorrer”, explicou a gerente executiva de Vigilância em Saúde, Renata Nóbrega [foto].

De acordo com a nota, há atribuições de cada instituição. Entre as missões do Lacen-PB, estão armazenar temporariamente os isolados com confirmação fenotípica, relacionados ao surto, para subsidiar análises e informações futuras para a vigilância e monitoramento da resistência microbiana.

Entre as atribuições da Comissão de Controle da Infecção Hospitalar dos Hospitais (CCIH), está notificar o possível surto, em até 72 horas.

Para os laboratórios de microbiologia dos hospitais, uma das atribuições é comunicar, imediatamente, à CCIH a identificação de bactérias ou mecanismos de resistência novos dentro do contexto epidemiológico do país.

Para a Ceciss, entre as missões estão apoiar e auxiliar a CCIH na investigação do surto e reportar os resultados laboratoriais e da investigação do surto para a Anvisa.

Para a Agevisa, as atribuições são supervisionar qualidade da rede laboratorial de microbiologia dos hospitais.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons