Fechar

Fechar

Serviços e programas da Prefeitura de João Pessoa melhoram vida de mães

Da Redação com Secom/JP. Publicado em 13 de maio de 2018 às 11:06.

fotos: Secom/JP

Montar o próprio negócio sempre foi o sonho de Luciana e este ano ela conseguiu. Mayara precisava de um local seguro e adequado para deixar a filha enquanto passa o dia no trabalho. A vaga em uma creche recém-reformada e pertinho de casa chegou na hora certa. O bebê de Janikely ainda nem nasceu, mas ela já tem o que precisa para que ele seja bem recebido em casa.

O que essas três mães têm em comum? Todas são beneficiadas com ações e projetos da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), que contribuiu para que o dia delas seja mais feliz este ano.

Trabalhando como autônoma há mais de dez anos com venda de óculos e lentes de grau, Luciana Medeiros sempre quis ter uma loja e trabalhar mais perto de casa e ter mais tempo para a filha Evellyn, de 12 anos. Em dezembro de 2017, ela conseguiu executar esse projeto ao adquirir um empréstimo no Banco Cidadão, mantido pela PMJP.

“Sempre atendi a domicílio e não tinha horário certo. Tinha que ir onde o cliente estava. Era meu sonho abrir minha loja, ter mais independência e ficar mais perto da minha filha”, relatou a microempresária. Desde 2013, o Banco Cidadão já beneficiou 10.115 pessoas e ultrapassa a marca de R$ 44,7 milhões investidos na economia criativa da Capital.

De acordo com o secretário adjunto do Trabalho e Renda da Capital, José Gadelha, o público feminino é maioria na procura pelos serviços do Banco Cidadão. “As empreendedoras de João Pessoa não têm medo de arriscar, de investir. Elas vêm na crise oportunidades para crescimento profissional e de geração de renda”, frisou o secretário.

Ter a própria renda e reforçar o orçamento familiar também era o sonho da pedagoga Mayara Marcelino. O trabalho ela tinha, mas precisava de um ambiente que proporcionasse segurança e aprendizado a pequena Helena, de um ano e quatro meses.

Moradora do bairro de Mangabeira VI, ela conseguiu matricular a filha na Creche Custódia Nóbrega, que foi totalmente reformada este ano, proporcionando ainda mais conforto aos pequenos alunos.

Ao todo, a atual gestão já entregou 60 creches, entre unidades construídas e requalificadas, atendendo a mais de 13 mil crianças. Mayara é só uma entre as milhares de mães que ficam tranquilas sabendo que os filhos estão sendo bem cuidados durante o dia.

“Eu confio nas professoras e nos funcionários de olhos fechados, porque sei que minha filha está em boas mãos, sendo bem alimentada, em segurança. Para mim, foi a melhor coisa ter essa creche por perto”, destacou a pedagoga.

A secretária de Educação da PMJP, Edilma Freire, falou sobre a qualidade do trabalho dos educadores e demais profissionais que fazem a rede municipal e trabalham com o ensino infantil e sobre a importância dos investimentos feito na educação municipal para a vida das famílias.

“Quando o poder público investe na abertura de novas vagas na educação infantil é porque a gente tem a certeza e a clareza desse impacto. Não só na vida da criança, mas também na família, principalmente a mãe. A partir do momento em que ela deixa o seu filho na creche, vai para o local de trabalho com o coração sossegado e tem a certeza que vai reencontrar o filho em uma situação de bem estar”, reforçou a secretária.

Assistência Social – Desempregada e dependendo do apoio dos pais, Janikely dos Santos estava com dificuldades para montar o enxoval do segundo filho, que deve nascer este mês. Ela está entre as mais de 5 mil mães contempladas com os kits maternidades que foram entregues pela PMJP.

Quando chegar, o pequeno João terá garantido os itens essenciais, como colchão para o berço, banheira, fraldas descartáveis, para os primeiros meses de vida.

“Foi uma boa ajuda porque, como estou sem trabalhar, não estava em condições de comprar. Tudo que eu tinha até agora era doação. Então, esse kit é muito bem vindo e vai servir demais”, contou a jovem.

A entrega dos kits de enxoval é apenas mais um das dezenas de serviços oferecidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Outro projeto de destaque é o ‘Criança Feliz’, por meio do qual as crianças são acompanhadas, ainda no ventre das mães, até o terceiro ano de vida para que tenha a assistência necessária para um desenvolvimento saudável. Além dessa ação, existe ainda cinco Cozinhas Comunitárias, que auxilia as mães mais carentes na alimentação das crianças.

“Também temos ações de promoção ao emprego e renda com os cursos oferecidos na Unidade de Inclusão Produtiva, no Alto do Mateus, e as Cozinhas-escola, onde muitas mães têm acesso ao curso de gastronomia e podem desenvolver atividades para a geração de renda”, destacou o secretário de Desenvolvimento Social, Eduardo Pedrosa.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube