...

Campina Grande - PB

Grávida atropelada por retroescavadeira em Campina perde bebê

11/05/2018 às 10:04

Fonte: Da Redação

O médico Geraldo Medeiros, diretor do Hospital de Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, comentou sobre o estado de saúde da atendente de telemarketing Raiane Araújo, que foi atropelada por uma retroescavadeira na Avenida Almirante Barroso, na última terça-feira, 8.

Conforme Geraldo, Raiane, que está grávida, continua em estado grave, em coma induzido, e que, infelizmente, o bebê não resistiu ao trauma da mãe e faleceu.

Foto: Reprodução/ TV Itararé

Ele explicou que Raiane teve traumatismo craniano e uma lesão grave na bacia, e que ontem, 10, após uma ultrassonografia, foi detectada a morte do bebê e que o obstetra está avaliando como será a retirada do feto.

 Quando ela se estabilizar melhor, o obstetra avaliará a retirada da criança, que morreu em decorrência do politraumatismo da mãe. Ela está sendo acompanhada pelo obstetra, que avaliará o momento ideal da retirada. A paciente ainda está em estado grave e corre risco de morte. Ela se encontra na UTI rosa, sob cuidados intensivos, com um cateter de pressão intracraniano, que foi retirado ontem. Ela está estável e, mesmo nesse espaço de tempo curto, estamos sedando a paciente no sentido de preservar o cérebro e descansá-lo. Progressivamente, as drogas serão retiradas para uma avaliação total do quadro neurológico – explanou.

Medeiros reforçou que as pessoas continuem doando sangue, não só para Raiane, mas para os outros pacientes que precisam dessa doação.

*As declarações repercutiram na Rádio Correio FM, nesta sexta-feira (11)

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons