...

Campina Grande - PB

Concentração de renda no Brasil será discutida em audiência pública no Senado

06/05/2018 às 8:34

Fonte: Agência Senado

foto: Alicia Nijdam/wikipedia

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) promoverá, nesta segunda-feira (7), audiência pública sobre a concentração de renda no Brasil.

O pedido de realização do debate é do vice-presidente da comissão, senador Paulo Paim (PT-RS). A reunião está marcada para às 9h, na sala 6 da Ala Nilo Coelho, no Anexo 2 do Senado.

A centralização de renda também é entendida como a distribuição desigual da receita de uma economia. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) de 2017, as pessoas que faziam parte do 1% da população brasileira com os maiores rendimentos recebiam, naquele ano, em média, R$ 27.213 brutos.

O levantamento, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicou que esse valor é 36,1 vezes maior que o rendimento médio dos 50% da população com os menores rendimentos (R$ 754).
Participantes

Para participar do debate foram convidados representantes de instituições de levantamentos estatísticos. Deverão comparecer à audiência Clóvis Scherer, diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos (Dieese); Sergei Suarez Dillon Soarez, técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). André Geraldo de Moraes Simões, membro da Coordenação de População e Indicadores Sociais do IBGE.

A lista de convidados inclui ainda Maria Lucia Fattorelli, coordenadora geral da Auditoria Cidadã da Dívida Pública; Roberto Piscitelli, professor de economia e consultor legislativo da Câmara dos Deputados; Noemia Aparecida Garcia Porto, vice-presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra); e Pedro Lopes de Araújo Neto, diretor para Assuntos Parlamentares e Relações Institucionais da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco).

A audiência será realizada em caráter interativo, com possibilidade de participação popular pelo Portal e-Cidadania e pelo Alô Senado (0800-612211).

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons