Fechar

Fechar

Vereadores campinenses criticam criação de guarda pessoal a ex-governadores

Da Redação*. Publicado em 5 de abril de 2018 às 8:40.

O vereador Alexandre do Sindicato, de Campina Grande, comentou sobre a lei aprovada que determina a disposição de três policiais militares para realizar a guarda de proteção pessoal a ex-governadores na Paraíba. A lei foi publicada no Diário Oficial no dia 31 de março, mas só teve repercussão nessa quarta-feira, 4.

Fotos: Paraibaonline

Alexandre disse que nunca viu um governador sair do mandato e ter uma guarda exclusiva.

– Parece que é tudo pela segurança do governador. É um atestado de fraqueza no quesito segurança pública. Ele em sete anos não garantiu a segurança da Paraíba, e agora faz para ele próprio. Eu pergunto, o que é que ele fez de tão grave, que precisa de uma guarda. Será que é pela incompetência dele de não ter garantido segurança ao Estado e agora vai precisar de uma particular? – questionou ironizando.

O parlamentar ainda disse que este seria mais um indício de que o governador estaria deixando o cargo para ser candidato ao Senado.

O vereador Lucas Ribeiro também comentou sobre a lei e disse não saber se seria uma sinalização da saída de Coutinho do cargo, mas que o ponto principal de tudo seria o fato de a Paraíba vivenciar uma grande insegurança diariamente e agora o governador irá ter uma guarda particular.

– A Paraíba não tem segurança e agora a pessoa coloca segurança exclusiva. Os paraibanos queriam ter três policiais à disposição fazendo a segurança para si também – disse ele.

Lucas ressaltou que essa lei é injusta e que o Estado precisa de maior efetivo na segurança pública.

*Informações da Rádio Campina FM

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube