Fechar

logo

Fechar

Paraíba está com 11 reservatórios sangrando, após intensas chuvas no Estado

Da Redação. Publicado em 16 de abril de 2018 às 12:22.

As chuvas intensas que vêm sendo registradas em várias regiões da Paraíba nos últimos meses estão modificando o cenário dos reservatórios e reacendendo as esperanças de um povo que estava enfrentando dificuldades devido à falta d’água.

Atualmente, 11 açudes estão sangrando no Estado, de acordo com dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), e outros 49 estão com mais de 20% da sua capacidade total.

O reservatório que sangrou mais recentemente foi na madrugada do último sábado (14), em Itaporanga, no Sertão paraibano, o açude Cachoeira dos Alves. Ele está com 103,12% da sua capacidade total e não transbordava desde 2010.

Outro reservatório que está sangrando também é o açude Manoel Marcionilo, localizado no município de Taperoá, no Cariri da Paraíba. Ele transbordou na manhã da segunda-feira (9), e está atualmente com 100% da capacidade total. A última vez que foi registrada uma sangria neste reservatório foi cerca de um ano atrás.

Foto: Isnaldo Cândido

Boqueirão está prestes a atingir marca dos 30% da sua capacidade total

Entre os reservatórios que estão com mais de 20% da sua capacidade está o Epitácio Pessoa (Boqueirão), no Cariri paraibano, responsável pelo abastecimento de Campina Grande e outras 18 cidades.

Segundo a Aesa, o açude tem capacidade para armazenar 411.686.287 m³ e atualmente encontra-se com 119.407.654, o que corresponde a 29% da capacidade total.

Prestes a atingir a marca dos 30%, Boqueirão, que quase chegou ao colapso total com 2,9% da sua capacidade há um ano, mostra sinais claros de recuperação.

Somente do domingo (15) para esta segunda-feira (16), o manancial recebeu um aporte superior a 13 milhões m³, o equivalente a 90 centímetros na lâmina d’água do açude, ainda conforme Aesa.

No total, 127 reservatórios são monitorados pela Aesa. Apesar dos 11 açudes que estão sangrando e dos 49 com capacidade hídrica superior a 20%, somando 61 açudes, há 67 reservatórios apesentando índices não tão satisfatórios, estando 43 com menos de 20% da capacidade total e 24 em situação crítica, ou seja, com menos de 5% da capacidade total.

Situação hídrica mais confortável no Estado

Embora mais da metade dos reservatórios ainda não tenham atingido volumes significativos, o cenário atual é muito melhor do que o verificado dois meses atrás pela Aesa.

Em fevereiro deste ano, 62 reservatórios estavam em situação crítica e 35 com menos de 20%. Outros 28 mananciais estavam com volumes acima de 20% da capacidade total e apenas dois estavam sangrando.

Confira a lista dos reservatórios que estão sangrando

Açude| Município | Volume

Araçagi | Araçagi | 64.019.260 m³

Bom Jesus |Carrapateira | 370.920 m³

Cachoeira da Vaca | Cachoeira dos Índios |360.476 m³

Cachoeira dos Alves | Itaporanga | 10.942.337 m³

Cafundó | Serra Grande | 320.713 m³

Olho D’Água | Mari | 868.320 m³

Pimenta | São José de Caiana | 260.088 m³

São José I | São José de Piranhas | 3.170.887 m³

São José II | Monteiro | 1.312.309 m³

Taperoá II (Manoel Marcionilo) | Taperoá |  15.149.032 m³

Vazante | Diamante | 9.147.484 m³

Fonte: Aesa

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube