Fechar

Fechar

Hospital da FAP enfrenta dificuldades para atender pacientes com câncer

Da Redação com Ascom. Publicado em 9 de abril de 2018 às 9:00.

foto: ascom

O Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), em Campina Grande, passa por sérias dificuldades financeiras no que se refere ao custeio de suas atividades. Por ser a única referência no tratamento do câncer, no interior do estado, a FAP necessita de doações.

Para ajudar no atendimento aos pacientes, a Frente Parlamentar de Combate ao Câncer, da Assembleia legislativa, vai realizar a segunda edição da Corrida do Bem, que acontece no dia 6 de maio, em Campina Grande.

Os recursos financeiros do Hospital são na sua quase totalidade, originados de procedimentos realizados em usuários advindos do Sistema Único de Saúde (SUS), uma vez que a característica predominante de atendimento da FAP está focada na assistência aos usuários mais carentes e, em especial, aos portadores de doenças oncológicas.

A FAP é uma Entidade Filantrópica de caráter Beneficente e também um Centro de Referência para os Pacientes portadores de Câncer, classificado pelo Ministério da Saúde como UNACON.

Hoje a instituição atende cerca de 187 cidades e presta atendimento a uma população estimada em 1,5 milhão de habitantes, realizando em média 65.000 atendimentos por ano.

Em 2017 foram realizadas 80.689 sessões de Radioterapia, 14.496 sessões de Quimioterapia, 21.139 sessões de Hemodiálise e, aproximadamente 1.000 cirurgias oncológicas. O Serviço Ambulatorial da Oncologia da FAP atende cerca de 2.500 pacientes por mês.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube