Fechar

Fechar

Gilmar Mendes manda governador reassumir mandato

Da Redação. Publicado em 8 de abril de 2018 às 19:42.

Uma liminar concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes determina o retorno aos cargos do governador do Tocantins, Marcelo Miranda, do MDB, e da vice-governadora Cláudia Lélis, do PV. Os mandatos deles tinham sido cassados.

Assim que soube da decisão, o governador interino do Tocantins, Mauro Carlesse (PHS), que assumiu o cargo há 11 dias, fez uma reunião com os auxiliares.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

“Essa situação, para lá e para cá, eu acho que quem perde é o estado. Não precisava de nada disso, mas de qualquer maneira a gente está aí para cumprir as nossas obrigações”, afirmou Carlesse.

No dia 22 de março, o Tribunal Superior Eleitoral cassou os mandatos do governador Marcelo Miranda (MDB), e da vice, Cláudia Lélis (PV), por uso de caixa dois nas eleições de 2014.

Na época, um avião com R$ 500 mil em dinheiro e santinhos foi apreendido no interior de Goiás.

Gilmar Mendes suspendeu a cassação até serem julgados os embargos de declaração, recursos da defesa em que o condenado aponta supostas contradições ou omissões na decisão final do julgamento.

A Justiça Eleitoral chegou a convocar uma eleição direta para o dia 3 de junho, mas por causa da liminar desta sexta, a eleição suplementar está suspensa.

O Ministério Público afirma que os embargos não têm o poder de reverter a cassação dos mandatos.

“Do ponto de vista prático, é impossível que haja uma modificação do resultado prático da decisão do TSE. Esperamos que isso possa ser resolvido o mais rápido possível, porque essa situação de dúvida, de incerteza, só gera maiores dificuldades para a sociedade tocantinense”, disse Álvaro Manzano, procurador regional Eleitoral do Tocantins.

Marcelo Miranda e Cláudia Lélis declararam que receberam a notícia com tranquilidade e serenidade.

*Fonte: RedeGlobo

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube