...

Campina Grande - PB

Cássio assume a presidência do Senado e pressiona para liberar investimentos na PB

12/04/2018 às 17:31

Fonte: Da Redação com Ascom

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Com a responsabilidade de presidir o Senado da República nos próximos dez dias, o senador Cássio Cunha Lima assume o posto nesta quinta-feira (12) com uma intensa agenda de trabalho dedicada a destravar projetos que estimulem o crescimento econômico a geração de novas oportunidades no Brasil e na Paraíba.

Um de seus primeiros compromissos, nesta sexta-feira, é uma audiência no Ministério da Fazenda, na Secretaria do Tesouro Nacional, para cobrar agilidade na liberação do projeto João Pessoa Cidade Sustentável, que vai garantir um investimento de mais de R$ 330 milhões em obras de infraestrutura e ações fundamentais para a geração de emprego e renda na Capital e na economia paraibana.

“Fiz questão de marcar essa agenda de trabalho porque a Secretaria do Tesouro precisar liberar o projeto para que o Senado possa aprova-lo. Como é um empréstimo internacional do BID, a prefeitura de João Pessoa precisa do aval do Senado, e queremos mais rapidez nesse processo”, explica Cássio.

“Convidamos o prefeito Luciano Cartaxo e sua equipe para que, juntos, possamos já ir resolvendo o que houver de pendência no processo burocrático. O fundamental é garantir logo os investimentos em obras que vão melhorar a vida de milhares de pessoas, inclusive com emprego e renda”, acrescentou.

Cássio assume o comando do Senado determinado também a ajudar no andamento de uma pauta nacional voltada para o crescimento econômico.

“Precisamos virar a página da crise política. Mais do que nunca, a pauta do Senado deve apontar para o futuro, para o crescimento econômico, para a geração de emprego”, defendeu ele, ressaltando que no período de substituição do presidente Eunício Oliveira, que está no Japão, vai receber a direção da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep) para avaliar os projetos prioritários que ajudem a reaquecer ainda mais a economia.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons