...

Campina Grande - PB

Balé Cidade de Campina Grande faz turnê pelo Sertão da Paraíba e do Ceará

10/04/2018 às 12:41

Fonte: Da Redação com Ascom

O Balé Cidade de Campina Grande gerido pela Associação Amigos do Teatro Municipal Severino Cabral e Instituto Dança Nordeste, com apoio da Prefeitura Municipal de Campina Grande / Secretaria de Cultura / Teatro Municipal Severino Cabral, fará entre os dias 10 e 13 de abril uma turnê com seus espetáculos Frestas, Fôlego e Pele e Metal.

Fotos: Divulgação

A circulação dos bailarinos será por cidades do Sertão da Paraíba e do Ceará. A agenda da companhia tem início na noite desta terça (10), no Teatro Íracles Pires na cidade paraibana de Cajazeiras. Na apresentação o espetáculo Frestas, Fôlego e Pele.

Na quarta-feira, dia 11, os bailarinos estarão no Teatro do Sesc Patativa, em Juazeiro do Norte-CE, onde apresentam o espetáculo Metal.

O espetáculo Frestas, Fôlego e Pele volta aos palcos paraibanos na quinta-feira, dia 12, no Centro Cultural BNB em Sousa-PB.

Ainda no mesmo espaço, será apresentado o espetáculo Metal, na sexta-feira (13), encerrando a turnê.

Metal é fruto de uma pesquisa que foi construída em uma atmosfera baseada no figurativo, tendo como base imagens da parte química e científica dessas substâncias e na incessante busca humana pela riqueza desses metais, traduzidas no filme Serra Pelada e na fotografia de Sebastião Salgado sobre o tema.

Frestas, Fôlego e Pele, uma concepção de Romero Mota, tem três palavras chaves que lhe dão sentido: inquietação, estranhamento e reflexão, trazendo em sua essência, um espírito modificador das engrenagens da dança.

“Apostei naquilo que a crise pode trazer de útil à arte: o novo, mas um novo sem obrigação. Um novo com o único compromisso que a arte deve ter: a expressão”, explica o bailarino.

Todas as apresentações da turnê estão previstas para ter início às 19h30.

O produtor e diretor artístico dos dois espetáculos Erasmo Rafael falou que “o objetivo da turnê é levar os espetáculos do Balé Cidade de Campina Grande às cidades onde as pessoas não têm disponibilidade de vir assistir as apresentações em Campina Grande e ainda oportunizar essas pessoas a assistirem espetáculos de qualidade a preços acessíveis. É a arte a serviço da vida!”, disse.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons