...

Campina Grande - PB

Aesa comemora recarga de açudes e alerta para rompimentos de particulares

11/04/2018 às 8:30

Fonte: Da Redação*

O açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, está medindo nesta quarta-feira, 11, a média de 24,3% de sua capacidade total graças às fortes chuvas na região do Cariri e Curimataú paraibanos.

Segundo o presidente da Agência Executiva de Águas do Estado da Paraíba (Aesa), João Fernandes, o açude que tem mais acumulado água devido às chuvas é justamente o Boqueirão, seguido de Coremas e depois de Mãe D’água.

Ele ainda disse que Camará, no Brejo, também tem recebido aporte mesmo não sendo o período chuvoso da região.

Apesar de o período ser propício para chuvas e recargas, João ressaltou que existem muitos açudes ainda em situação difícil.

– A situação tem sido boa, chove no Sertão e Cariri e é algo que esperávamos. Ainda temos grande quantidade de açudes em situação difícil. O mês de abril é o que mais chove e a tendência é que muitos comecem a se recuperar – disse.

Fotos: Paraibaonline

De acordo com a Aesa, dos 127 mananciais monitorados no Estado, sete estão sangrando.

João Fernandes alertou ainda para os mananciais particulares que estão se rompendo na Paraíba. Ele disse que o Estado tem responsabilidade somente sobre os que são oficiais e monitorados.

– Muitos reservatórios não foram construídos dentro das técnicas devidas e quando passa um período de 7 anos de seca, os pequenos mananciais sofrem bastante por não terem sido construídos da maneira correta. E são esses que estão causando problemas. Os proprietários podem ser responsabilizados até judicialmente – ressaltou.

Entre os açudes monitorados pela Aesa, não foi registrado nenhum rompimento.

*Informações da Rádio Campina FM

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons