Fechar

logo

Fechar

Deputado confirma que senador tucano pode abdicar da reeleição ao Senado

Da Redação. Publicado em 14 de março de 2018 às 15:12.

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) comentou sobre os rumores de que o nome dele estaria sendo cotado para disputar o cargo de governador do Estado pelo grupo da oposição.

Segundo ele, o nome do prefeito Romero Rodrigues está posto como o pré-candidato do partido, mas que fica feliz por ter o nome lembrado pelos colegas de legenda, apesar de não de não haver possibilidade de vir a ser a cabeça de chapa do PSDB.

– Não consigo trabalhar com essa hipótese. Temos uma pré-candidatura há algum tempo e não é de hoje que temos a defesa do nome do prefeito Romero. A oposição tinha três nomes, agora tem dois, e vamos tentar afunilar isso para conseguirmos resgatar a tese da composição permanecer unida – pontuou.

O parlamentar ressaltou também a possibilidade do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) disputar uma vaga na Câmara Federal e dessa forma abrir espaço para composições na chapa majoritária junto a Romero Rodrigues.

Foto: Leonardo Silva/Paraibaonline

Foto: Leonardo Silva/Paraibaonline

– Existe um cenário onde o senador Cássio possa ir para a Câmara para fazer uma composição na chapa majoritária com o prefeito Romero. O nome do prefeito Romero deve ser a exclusividade do PSDB. Se for necessário para fazer a composição da chapa com Romero na majoritária, não existe essa obsessão do senador Cássio em disputar a reeleição ao Senado. Existe um sentimento de aliança que está acima de qualquer pretensão pessoal – explanou.

Durante a entrevista nesta quarta-feira, 14, Pedro justificou a postura do presidente do PSDB no Estado, Ruy Carneiro, que se demonstrava em apoio à candidatura do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, mesmo com a postulação de um nome dentro da própria legenda.

– Temos que lembrar que a base eleitoral de Ruy é em João Pessoa. Por razões obvias, Ruy anda mais, se encontra mais com o prefeito de João Pessoa. Ruy não costuma ir a Campina Grande porque não é a base dele. Tudo isso que se fala que Ruy defende só a candidatura de Luciano não é real. Ruy, por várias ocasiões, manda mensagem e se relaciona bem com Romero. Se você perguntar ao próprio Romero se vai ter isso com muita clareza – explicou.

Pedro também afirmou que a demora na apresentação de um nome oficial para o grupo das oposições vem da tentativa de compor uma candidatura única, mas que o grupo irá tentar chegar a um consenso, já que agora, também, há a pretensão de Manoel Júnior (MDB) em disputar o governo do Estado.

As informações repercutiram na Rádio Correio FM.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube