Fechar

Fechar

Coordenadora do ISAS alerta para queda nas cirurgias de transplantes renais

Da Redação. Publicado em 6 de março de 2018 às 15:19.

Foto: Ilustrativa/ reprodução internet

Foto: Ilustrativa/ reprodução internet

O número de cirurgias de transplantes renais vem caindo por falta de doadores de em Campina Grande e no Estado como um todo.

Em 2017, apenas 30 transplantes foram realizados na cidade, conforme relatou a coordenadora do Instituto Social de Assistência a Saúde (ISAS), Daiana Sampaio.

Ela atribuiu o déficit a falta de informação da população a respeito do assunto.

– Infelizmente a Paraíba ainda sofre com essa falta de doação de órgãos. A maioria dos órgãos doados nós recebemos de outros estados. A opilação paraibana ainda tem certos mitos em relação às doações e acabam não doando os órgãos dos familiares. Temos um déficit com a doação cadáver e o número de doações é maior com pacientes vivos, aqui em Campina Grande – explanou.

Daiana frisou que em Campina Grande mais de 350 pessoas esperam por um transplante de rins.

O ISAS é uma instituição filantrópica que realiza todo o acompanhamento dos pacientes que precisam do transplante, bem como os já transplantados.

O cadastro para a lista de espera é feito na sede da Instituição, localizada na Rua Inácio Simões, n° 42, bairro do Centenário.

As declarações repercutiram na Rádio Correio FM, nesta terça-feira, 06.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube