Fechar

Fechar

Após desistência de Cartaxo, deputado revela qual candidato pretende apoiar

Da Redação. Publicado em 7 de março de 2018.

O deputado estadual Renato Gadelha (PSC) comentou sobre a decisão do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), de desistir do pleito eleitoral deste ano ao governo do Estado.

O parlamentar afirmou que vai conversar com o prefeito no intuito dele rever a decisão e voltar à postulação ao cargo.

Até que Luciano decida se volta atrás ou não, Gadelha frisou que vai esperar como se dará os quadros políticos na oposição, para assim informar quem o PSC vai apoiar.

O partido visa também um espaço na majoritária.

– O quadro é nebuloso e temos que aguardar até 7 de abril, que será o divisor de águas na Paraíba. Existem várias conversas em vários níveis e é mais prudente esperar o dia certo para não anunciar apoio sob hipótese. Isso não é bom. O nosso desejo é ver as oposições com um candidato único, mas, se não for possível, com dois candidatos também pode, sabendo que no segundo turno estaremos unidos para vender o pleito de 2018 – disse.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O deputado ainda disse que existe uma possibilidade de o PSC fazer coligação com o senador José Maranhão (MDB), uma vez que há um histórico de aliança entre o emedebista e a família Gadelha, mas, segundo Renato, a preferência seria pelo prefeito Romero Rodrigues, em um cenário onde Luciano não estivesse como candidato.

– Vamos continuar esperando. Se Cartaxo não for candidato, existem outras opções como Maranhão, que já está posta, Pedro Cunha Lima, o prefeito Romero Rodrigues, que seria nossa preferência porque somos de Campina Grande. Mas, vamos continuar conversando e a decisão só dever ser tomada no dia 7 de abril – reforçou.

Gadelha ainda disse que Romero tem boa aceitação no interior do Estado, mas era preciso que o vice fosse da Capital, para poder alcançar os eleitores de João Pessoa, onde não é tão conhecido.

Gadelha ainda opinou que, diante da possibilidade de Luciano não retroceder da decisão, ele não deve deixar as oposições e se aliar ao PSB de Ricardo Coutinho, uma vez que ambos em João Pessoa não apresentam afinidade nenhuma e, segundo o deputado, seria incoerência da parte do prefeito e também do governador.

*Informações da Rádio Campina FM.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube