Fechar

Fechar

Deputado sugere estudos para preservação do Vale dos Dinossauros

Ascom. Publicado em 28 de fevereiro de 2018.

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo encaminhou ao ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, Requerimento de Indicação (INC nº 3490/17) no qual sugere a realização de estudos para avaliar a melhor forma de proteção da imensa riqueza do patrimônio cultural existente no Vale dos Dinossauros.

No documento, o parlamentar também solicita uma pesquisa visando a contenção da comercialização de fósseis em rotas turísticas por ambulantes e da retirada inapropriada de achados por estrangeiros e turistas.

Segundo o deputado, são medidas relevantes que irão garantir a proteção e a preservação do Vale dos Dinossauros, que recebeu recentemente um grupo de pesquisadores de São Paulo que alertou para o desaparecimento e a degradação das pegadas de dinossauros em uma importante trilha considerada um modelo de referência internacional para a Paleontologia e a Arqueologia.

Foto: Ascom

“O Vale dos Dinossauros se constitui uma riqueza cultural imensurável para a história da Paraíba, do Nordeste e do Brasil, e que segundo recentes estudos científicos, poderá ser extinto devido à degradação natural do tempo e falta de manutenção.

O “Rastro de Sousa”, que é uma trilha de pegadas conhecida mundialmente e muito utilizada na área científica para pesquisa, está sumindo com o tempo sem que haja por parte dos órgãos responsáveis alguma ação para a sua preservação”, ressalta Veneziano.

Para o parlamentar, a realização dos estudos pelo Ministério da Cultura possibilitará a criação de medidas governamentais voltadas para a preservação do Vale dos Dinossauros e dos achados paleontológicos e arqueológicos, bem como, promover o turismo sustentável e cultural no local.

A região do Vale dos Dinossauros, localizada nos municípios de Sousa e São João do Rio do Peixe, no interior do Estado da Paraíba, é uma área reconhecida como um dos mais importantes sítios paleontológicos e arqueológicos do mundo.

Encontram-se nessa região rastros, trilhas e pegadas fossilizadas de diferentes espécies de animais existentes no período de 260 a 65 milhões de anos, tais como estegossauros, alossauros, iguanodontes, entre outras.

Existem também marcas petrificadas de gotas de chuva, plantas fósseis, ossadas parciais de animais pré-históricos e pinturas rupestres feitas pelos antigos habitantes.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube