...

Campina Grande - PB

Arcebispo da Paraíba participa pela primeira vez da Romaria da Penha

26/11/2017 às 8:09

Fonte: Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba)

fotos: Paraibaonline

O arcebispo da Paraíba, Dom Delson, participou pela primeira vez da romaria de Nossa Senhora da Penha, realizada na madrugada deste domingo (26). Todos anos, a romaria acontece sempre na noite do último sábado para o último domingo do mês novembro. Ele fez as bênçãos do envio aos romeiros até o Santuário de Nossa Senhora da Penha, localizada na orla marítima da zona sul de João Pessoa.

Dom Delson se disse emocionado com a fé e devoção dos paraibanos à Nossa Senhora, Mãe dos Homens e desejou que todos os fiéis seguissem os ensinamentos de Maria, que deu o sim ao Senhor Deus para a restauração da criação.

Ele destacou durante suas bênçãos o tema da romaria:“Ó Mãe, ensina-nos a viver em comunhão e a preservar o meio ambiente”, e pediu para que os fiéis tomassem também o devido cuidado de não sujar as ruas durante o trajeto.

Como em todos os anos, a procissão arrasta milhares de fiéis, que vão mostrando ao longo do percurso de 13 km toda devoção e fé a Maria. Muitos deles agradecem durante a romaria as graças alcançadas através da fé depositada em Nossa Senhora da Penha, que vão desde o restabelecimento da saúde aos pedidos relativos à conquista de uma casa para morar.

A procissão começou em frente à igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no Centro de João Pessoa. A caminhada se inicia neste local porque a igreja de Lourdes era a Igreja Matriz da Paróquia da qual o Santuário da Penha fazia parte. Hoje, o Santuário pertence à Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Altiplano Cabo Branco.

A procissão foi encerrada na madrugada desse domingo (26), com uma missa campal concelebrada com o padre Luiz Antônio de Oliveira da Paróquia da Penha e o arcebispo, Dom Delson, que se disse muito feliz em ter participado desse momento de fé e oração junto aos pessoenses e parabenizou a todos pela organização e desejou que a romaria prosseguisse sempre desta forma aumentando cada vez mais a fé dos homens de Deus.
Histórico da Romaria

A Capela em homenagem a Nossa Senhora da Penha, na Orla de João Pessoa, foi construída em 1763, ou seja: há 254 anos. Desde então, a cada ano, fiéis rendem graças à Santa. Por isso dizemos que em 2017 a Romaria completa 254 anos. Mas a caminhada, como conhecemos hoje, com um número maior de participantes, saindo do Centro da Capital e indo até o Santuário, tem menos tempo. Segundo relatos, ela é realizada há cerca de 120 anos.

De acordo com historiadores, existia, no norte da Espanha, uma serra muito alta e íngreme chamada Penha de França, na qual o Rei Carlos Magno teria vencido a batalha contra os mouros.

Por volta de 1434, um monge francês, chamado Simão Vela, sonhou com uma imagem de Nossa Senhora que lhe aparecia no topo dessa montanha cercada de luz e acenando para que ele fosse procurá-la. Durante cinco anos, o monge peregrinou, procurando a mencionada serra, até que um dia teve uma indicação de sua localização e para lá se dirigiu.

Após três dias de intensa caminhada, escalando penhas (pedras) íngremes, o monge parou para descansar. Nesse momento, ele viu, sentada perto dele, uma formosa senhora com o filho ao colo que lhe indicou o lugar onde encontraria o que procurava. Auxiliado por alguns pastores da região, conseguiu achar a imagem que tinha visto em sonho.

No local, Simão Vela construiu uma ermida, que logo se tornou célebre pelo grande número de milagres alcançados por intermédio da Senhora da Penha. Mais tarde, foi construído ali um dos mais ricos e grandiosos santuários da Cristandade

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons