Fechar

logo

Fechar

Colunista aborda a polêmica sobre as subvenções sociais em Campina Grande

Da Redação*. Publicado em 16 de outubro de 2017 às 20:51.

 

foto: Paraibaonline

Na edição desta segunda-feira, o colunista Arimatéa Souza aborda a questão das subvenções sociais em Campina Grande.

Veja trechos dessa coluna.

Nas últimas semanas, foi estabelecido em Campina Grande um debate tardio, deslocado e passional sobre a tramitação (e votação) das subvenções sociais custeadas pelo governo municipal para diversas entidades.

É evidente que a votação dessas ajudas ocorreu com indisfarçável atraso, a começar pela remessa do projeto por parte do Executivo, com sobrevida na demora da tramitação legislativa.

As entidades que efetivamente carecem do suporte governamental para executar ações filantrópicas – que são, na essência, atribuições genuínas de entidades públicas – estão passando por provações adicionais, porque o incremento nas receitas faz toda a diferença.

É também oportuno se aquilatar quais são as colaborações permanentes que o Poder Público já oferece às entidades, em termos de cessão regular de servidores, por exemplo, algo que também deve ser considerado antes da execração midiática no tocante aos valores dessas subvenções.

No caldo da discussão legislativa adentrou uma entidade de valoroso serviço prestado à população, não apenas campinense, que é o Instituto Professor Joaquim Amorim Neto (Ipesq), dirigido pela já renomada médica Adriana Melo.

*fonte: coluna Aparte. Para ler o texto integral, acesse aqui:

https://paraibaonline.com.br/p_aparte/

 

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube