...

Campina Grande - PB

PMJP discute parceria para projeto de aplicação de avaliação da língua inglesa

16/09/2017 às 10:09

Fonte: Da Redação com Secom/JP

foto: Secom/JP

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, acompanhado da secretária adjunta da Educação, América Castro, recebeu em seu gabinete, no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria, na manhã desta sexta-feira (15), representantes da Educational Testing Service (ETS), Amy Cellini, Thaís Mirissola e Eugênio Mirissola.

A ETS é a maior empresa de testes educacionais do mundo. A reunião também foi acompanha por Gildo Moura Tito, representante regional da empresa Up Language Consultants, e pelo diretor do Centro de Línguas Estrangeiras (Celest) de João Pessoa, Jonathan Vieira.

O objetivo da reunião foi discutir possibilidades de fazer um projeto na cidade de João Pessoa referente à testagem e análise da língua inglesa com os alunos do 8º ano da rede municipal por meio do teste internacional da modalidade Toefl Primary.

“E para que isso aconteça temos que somar. Nós queremos ter um sistema que não atende só as nossas escolas, mas que as nossas escolas possam interagir futuramente com a nossa cidade, com amigos, irmãos, enfim. Nós queremos continuar dando saltos de qualidade e transformar João Pessoa em uma cidade bilíngue”, disse Manoel Júnior.

Uma das gestoras da ETS, a diretora mundial do Projeto Toelf Young Series Students (YSS), Amy Cellini, participou da reunião e falou sobre esse interesse em atuar dentro da rede pública de ensino da Capital.

“A missão da ETS é contribuir com a melhoria da educação. E quando nós consideramos o projeto de João Pessoa, que não é um projeto de curto prazo, mas de continuidade por alguns anos da melhoria do ensino do Inglês, é porque podemos contribuir com um diagnóstico preciso da situação dos alunos, para assim promover a melhoria do curso de inglês, da capacitação dos professores, do ensino como um todo, utilizando, inclusive, esses profissionais da rede municipal como protagonistas da mudança”, disse Amy Cellini.

A secretária América Castro também falou da importância da parceria. “O que a gente pensa é fazer essa aferição e perceber através dos resultados dos especialistas da ETS onde conseguiríamos entender como está construído o plano para melhorar o nosso ensino. A partir daí traçaríamos onde devemos melhorar”, explicou.

Para o diretor do Celest, o teste internacional da modalidade Toefl Primary ajudaria as instituições de ensino a melhorar o processo de ensino e aprendizagem do inglês ao considerar os resultados provenientes da testagem como uma grande ferramenta de gestão pedagógica.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons