...

Campina Grande - PB

Governo do Estado realiza Dia D de Multivacinação em Pedras de Fogo

15/09/2017 às 19:30

Fonte: Da Redação com Secom/PB

O Governo do Estado, por meio do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), promove neste sábado (16), a partir das 8h30, no Parque Linear do município de Pedras de Fogo, o ‘Dia D’ da Campanha de Multivacinação.

Voltada para atualização das cadernetas de vacinação de crianças e adolescentes menores de 15 anos, a campanha teve início dia 11 de setembro e se estende até dia 22 deste mês.

“Por se tratar de uma avaliação e atualização das cadernetas, esta campanha não tem metas a cumprir. Nossa missão é colocar as cadernetas do público-alvo em dia. O Estado rotineiramente já envia vacinas e insumos necessários para todas as Gerências Regionais de Saúde que, posteriormente, passam aos 223 municípios”, explicou a técnica do Núcleo de Imunização da SES, Márcia Mayara.

Márcia disse que o dia D é uma estratégia que busca resgatar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, tanto na infância como na adolescência, visando melhorar as coberturas vacinais e assim manter controladas, eliminadas ou erradicadas as doenças imunopreveníveis.

Foto: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil

As vacinas disponibilizadas durante a Campanha Nacional de Multivacinação são: BCG, Pentavalente, Pneumocócica, Meningocócica, Rotavírus, Hepatite A, Hepatite B, DTP, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VOP (Vacina Oral Poliomielite atenuada), Tríplice, Tetra, DTpa, dT e HPV. Todas elas devem estar disponíveis nos postos de saúde.

Márcia lembra aos pais que é importante estar com a caderneta de vacinação em mãos.

“A caderneta é um documento pessoal que deve acompanhar a criança e o adolescente a todo o momento. É através dela que a equipe de saúde fará uma avaliação criteriosa das vacinas que o usuário já tomou e as que ainda precisa tomar”, reforçou.

A técnica reafirmou a importância do público-alvo atualizar as cadernetas.

“Toda a população alvo deve comparecer aos serviços de saúde levando a caderneta de vacinação, para que os profissionais de saúde possam avaliar se há alguma vacina que ainda não foi administrada ou se há doses que necessitam ser aplicadas para completar o esquema vacinal de cada vacina preconizada pelo Programa Nacional de Imunizações”, explicou Márcia.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons