...

Campina Grande - PB

Coluna de Padre Assis: Perdoar Sempre

17/09/2017 às 11:14

Fonte: Da Redação

 

Por: Padre Assis

No domingo passado vimos que a comunidade cristã é o lugar da correção fraterna, da reconciliação  e da oração; assim reconciliada e orante ela também se torna o lugar privilegiado da presença de Jesus. Porém, realizar a reconciliação no interior da comunidade cristã requer o perdão constante e repetido.

O Apóstolo Pedro perguntou a Jesus acerca dos limites do perdão: “Senhor, quantas vezes devo perdoar se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes? Jesus respondeu: Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete.” (Mt 18,21-22) Sua resposta significa sempre e em todas as ocasiões; não há porque contar as vezes que se tem de perdoar, Deus não age assim.

A “revolução” que traz Jesus aos seus contemporâneos, é precisamente o amor e o perdão. A vingança era uma lei sagrada em todo o Oriente; o perdão era humilhante. Jesus rompe a lei da vingança para estabelecer o perdão total, vivido em comunidade, de forma ilimitada, absoluta, “de coração”, ou seja, no mais íntimo de nós. Deve-se perdoar até aos inimigos. É neste contexto que Jesus propõe aos discípulos a parábola evangélica dos dois devedores (cf. Mt 18,23-35).

Leia a coluna completa aqui 

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons