Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Para Flecha, fim do racionamento é questão de saúde pública. Confira o vídeo

Da Redação. Publicado em 22 de agosto de 2017 às 17:41.

Durante audiência realizada no Ministério Público, nesta terça-feira, 22, o superintendente da Agência Nacional das Águas (ANA), Rodrigo Flecha, reafirmou o posicionamento para que seja finalizado o racionamento de água, pela Cagepa, nas cidades que são abastecidas pelo Açude de Boqueirão, recomendada desde o dia 17 de julho.

Segundo ele, a obra da transposição foi realizada com o planejamento estratégico garantindo segurança hídrica, e que o se o racionamento for mantido pode causar danos nas águas já armazenadas.

– Nós temos que levar em consideração os fatores levantados pelo diretor da Cagepa, questões relacionadas como a subpressão na rede, contaminação na rede, problema de saúde pública – ressaltou o representante, afirmando que analisou questões técnicas a respeito do processo.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Flecha relatou que mesmo com a possível suspensão de abastecimento, por cerca de quatro meses, para a realização da obra do eixo no açude de Camalaú, o açude Epitácio Pessoa tem capacidade de atender as necessidades de Campina Grande e cidades circunvizinhas.

Ele ainda ressaltou que a irrigação está prevista para ser executada, mostrando que o volume ofertado não vai afetar o abastecimento das cidades.

A reunião no Ministério Público não foi conclusiva, havendo novos encontros para determinar se vai haver o fim do racionamento das águas.

Confira a entrevista:

 

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube