...

Campina Grande - PB

Coluna de Alexandre Moura: Estratégia para a Transformação Digital

11/08/2017 às 10:34

Fonte: Da Redação

Por Alexandre J. Beltrão Moura (*)

O MCTIC – Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações abriu uma consulta pública sobre a “Estratégia Brasileira para a Transformação Digital”.

Segundo técnicos do ministério, a ideia é “acelerar a adaptação do Brasil ao mundo digital, que a cada ano se renova e se transforma”.

Particularmente, a preocupação do governo é em relação a “Internet das Coisas” (em inglês, Internet of Things – IoT), que é a rede de objetos que se comunicam e interagem de forma autônoma, via Internet.

Essa tecnologia vai dominar o cenário de negócios, a área de saúde, o segmento industrial, etc  impactando fortemente, a economia brasileira nos próximos anos, daí a legitima preocupação em relação ao futuro do país.

Para quem quiser participar da consulta, o documento-base da estratégia está disponível no portal do MCTIC até o próximo dia 31 de agosto.

Simulador

Cada dia que passa, o uso de novas tecnologias facilita a vida das pessoas. Mesmo para aquelas situações bem simples e especificas.

Este é o caso de um “simulador online que ajuda as mulheres a testar as cores do esmalte nas unhas, antes mesmo de pintá-las de verdade”.

A marca de esmaltes “Colorama” disponibiliza este simulador no site htttp://www.coloramaesmaltes.com.br/simulador/, onde se pode escolher o tom da pele, o formato e tamanho das unhas e testar todas as cores de esmaltes disponíveis no catalogo da empresa.

A ideia é facilitar a escolha da cor adequada na loja virtual da marca.

Mais Mulheres

Uma pesquisa coordenada pelo SEBRAE e pelo IBPQ – Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade apresentou números bem interessantes, sobre a criação de novas empresas.

A pesquisa denominada  “Global Entrepreneurship Monitor 2016”, que teve a parte brasileira feita pelas entidades mencionadas, mostrou claramente que, “as mulheres brasileiras estão à frente dos homens na criação de novos negócios”.

Os números levantados mostraram uma taxa de empreendedorismo, entre os que têm um negócio com até 3,5 anos de existência, de 15,4% entre as mulheres ante 12,6% entre os homens.

Já nos negócios estabelecidos há mais de três anos e meio, as posições são invertidas: 19,6% entre os homens e 14,3% entre as mulheres.

Outro dado interessante é que, no grupo feminino, “48% afirmaram ter buscado o empreendedorismo porque precisaram”. Já no masculino, esse percentual cai para 37%.

“DOD”

Um dos problemas dos “Bancos Totalmente Digitais” (que não possuem “agências físicas”) é fazer e receber, depósitos em dinheiro. Para resolver este, digamos inconveniente, o “Banco Original”, um dos primeiros bancos brasileiros 100% digitais e de propriedade da J&F Investimentos, criou uma solução denominada de “DOD – Depósito Original em Dinheiro”.

O novo serviço permite que o cliente “efetue a emissão do boleto no valor que deseja ver depositado na conta (podendo ser efetuado em qualquer banco “físico” ou correspondente bancário), por meio do Mobile Banking ou via Internet Banking”.

Antes do DOD, os clientes só podiam fazer depósitos em contas por “meio de cheques, usando o aplicativo do banco pelo celular, fotografando a frente e o verso do cheque”.

Essa é mais uma facilidade disponibilizada e a cada dia o número de clientes deste tipo de banco só faz aumentar.

Será que estamos vendo o “inicio do fim”, do modelo bancário atual (de agências físicas)?

(*) Engenheiro Eletrônico

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons