...

Campina Grande - PB

Projeto Interatos traz ações em João Pessoa e Campina Grande e espetáculo de PE

Desarticulado esquema de fraudes em licitações na PB - image data on https://paraibaonline.com.br20/06/2017 às 9:16

Fonte: Da Redação com Secom/PB

A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) realiza, de 1 a 3 de julho, mais uma edição do projeto “Interatos – mostra e formação permanente de teatro, dança e circo”.

No mês de férias, o público conta com ações em João Pessoa e em Campina Grande.

Na área de dança, a programação traz o espetáculo Terreiro Envergado, do Coletivo Tanz (Erik Breno e Edigar Palmeira, PB) que, juntamente com a oficina A Estética da Deficiência, de Carolina Teixeira (RN), integrará a programação do Interatos com patrocínio do edital O Boticário na Dança.

O espetáculo será apresentado no Teatro Paulo Pontes, dia 1 de julho às 20h. Já a oficina acontece nos dias 1, 2 e 3, no Espaço Cultural.

Desarticulado esquema de fraudes em licitações na PB - image  on https://paraibaonline.com.br

Foto: Secom/PB

Nas mesmas datas acontece, em Campina Grande, a ação de teatro. Trata-se da oficina O Ritmo no Jogo do Ator, ministrada por Silvano Monteiro (foto) no Cine-Teatro São José.

A atração de circo é o espetáculo Picadeiro Pernambuco – A Tradição Milenar, do Centro Carcará (PE). A apresentação será no dia 2, às 17h, no Teatro Paulo Pontes, na Capital.

O acesso às oficinas e palestra é gratuito. Para a ação circense e espetáculo de dança os ingressos custam R$ 5 (meia) e R$ 10 (inteira).

Para participar das oficinas é necessário se inscrever com antecedência por e-mail. Para a oficina O Ritmo no Jogo do Ator, em Campina Grande, o contato é [email protected] Os interessados devem enviar um e-mail solicitando ficha de inscrição.

Para ter acesso à palestra e oficina A Estética da Deficiência, os interessados devem se inscrever enviando e-mail para [email protected] e solicitar o formulário.

O trabalho é dirigido a dançarinos, atores, professores, terapeutas e quaisquer pessoas interessadas, com e sem deficiência física.

A ação acontece de 1 a 3 de julho, nos turnos manhã e tarde, com performance de culminância em espaço aberto da Funesc. A oferta é de 25 vagas.

Desarticulado esquema de fraudes em licitações na PB - image  on https://paraibaonline.com.br

Foto: Secom/PB

O terreiro envergado é o espaço urbano do rito passageiro da manifestação do “brinquedo beat” dos intérpretes que, a partir, de ações gestuais e jogos propostos pelos próprios, estabelecem estruturas que são compostas de brincadeiras.

As constituintes da brincadeira podem variar, seja, de uma estrutura material ou imaterial.

A materialidade em cena percorre entre objetos, indumentárias e instrumentos que fazem parte da memória pessoal dos brincantes, a segunda é por sua vez a elaboração artística de uma esquematização dos códigos desta materialidade.

Curso-oficina ministrado pela professora doutora Carolina Teixeira. A ação pretende a realização de processos investigativos acerca do trabalho processos cênicos, contribuições e questionamentos do corpo em situação-impossível.

Entende-se com esta nomenclatura a busca de situações em que o risco, as limitações e deficiências, tornar-se-ão elementos produtores de novas ações criativas de novas e emergentes ordens estéticas para o campo das artes da cena.

Inscrições por e-mail [email protected]

O curso apresenta a discussão acerca das diversas linguagens cênicas de nosso tempo na busca de uma autonomia artística aberta ao engajamento político, estético social e filosófico envolvidos no processo de criação artística.

Desarticulado esquema de fraudes em licitações na PB - image  on https://paraibaonline.com.br

Foto: Secom/PB

Picadeiro Pernambuco – A Tradição Milenar – Trabalho do Centro Carcará (PE) reúne diversos números circenses sob o mesmo espetáculo possibilitando ao espectador uma viagem pelas mais diferentes habilidades do circo, sem contar um a história.

Busca valorizar a tradição milenar do circo que, com um jeito brasileiro e, particularmente nordestino, foi se incorporando definitivamente ao nosso imaginário cultural.

Artistas tradicionais – que nasceram e foram criados sob a lona, artistas independentes que passaram a vida circulando por diversos circos do Brasil, e jovens artistas de trupes circenses se encontram no mesmo picadeiro, seguindo um roteiro que promove a interação do público, fomenta de forma lúdica a discussão sobre o papel do artista na nossa sociedade contemporânea, sempre acompanhado por uma banda de música.

O formato do picadeiro alterna de acordo com o público-alvo, o espaço disponibilizado para as apresentações (em espaços abertos não levamos números aéreos, por exemplo), e com o horário estabelecido para duração da cena.

Salvaguardamos dentro dessas condições uma amostragem da diversidade da arte circense mantendo sempre números de equilíbrios, força, palhaçaria, pirofagia, contorção, música, ilusionismo e ações que surpreendam pela coragem e dinamismo, promovendo suspense, entretenimento e encantamento de crianças e adultos de todas as idades.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons