...

Campina Grande - PB

Em CG, centenas de pessoas participam de caminhada pela Luta Antimanicomial 

Comerciante mata quatro bandidos, após reagir a assalto em Cacimba de Dentro - image data on https://paraibaonline.com.br19/05/2017 às 17:03

Fonte: Da Redação com Codecom/CG

Comerciante mata quatro bandidos, após reagir a assalto em Cacimba de Dentro - image  on https://paraibaonline.com.br

Foto: Codecom/CG

A Secretaria de Saúde de Campina Grande realizou nesta sexta-feira, 19, uma caminhada em alusão ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, que é celebrado em 18 de maio.

Centenas de pessoas, entre usuários e funcionários da Rede Municipal de Saúde Mental, saíram pelas principais ruas do bairro da Liberdade para chamar a atenção da sociedade para o assunto.

“O tema da campanha este ano é a Liberdade. Por isso, escolhemos o bairro da Liberdade para finalizar a semana de ações da Luta Antimanicomial. Iniciamos a caminhada do Parque da Liberdade, porque antes aqui funcionava o hospício João Ribeiro, que foi derrubado e está dando espaço a um lindo parque de convivências e prática de esportes, construído pela prefeitura”, explicou a coordenadora, Elizabeth Ludgério.

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

Campina Grande é a primeira cidade da Paraíba a possuir um hospital geral com leitos de emergência psiquiátrica, o Hospital Doutor Edgley Maciel, conforme determina nova resolução do Ministério da Saúde.

Os pacientes com doença mental passaram a ser tratados nos próprios Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e Residências Terapêuticas, sendo encaminhados para o hospital nos casos mais graves.

“Antes eles eram tratados como animais ferozes, sofrendo as mais cruéis formas de tratamento. Hoje cuidamos de forma humanizada desses pacientes e da saúde deles integralmente, sem privá-los do convívio social”, disse Elizabeth.

A Rede de Saúde Mental de Campina Grande dispõe de oito Caps e seis Residências Terapêuticas, além de um Centro de Convivência, onde são desenvolvidas atividades como apresentações musicais e de dança e a fabricação das peças artesanais, que são comercializadas em um chalé na Vila do Artesão.

No total, são realizados quase 7 mil procedimentos todos os meses. No primeiro quadrimestre de 2017 foram quase 25 mil procedimentos.

Além disso, o Caps AD III, que foi aberto pela atual gestão e que atende crianças e adolescentes usuários de crack, álcool e outras drogas, recebeu a qualificação do Ministério da Saúde pelos serviços prestados e mais recursos foram disponibilizados para os atendimentos na unidade.

No primeiro quadrimestre de 2017 foram realizados 2.484 procedimentos no hospital Edgley. Foram 868 internações, 814 consultas e 802 atendimentos de emergência psiquiátrica. O espaço dispõe de 20 leitos e um ambiente de convivência.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons