Fechar

Fechar

Bate-boca entre sindicalistas e deputados sobre a UEPB

Da Redação de João Pessoa (Hacéldama Borba). Publicado em 10 de maio de 2017 às 16:17.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Os servidores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) fizeram, na manhã desta quarta-feira (10), um protesto em frente ao Palácio da Redenção como forma de chamar a atenção do governo para os problemas que a instituição vem enfrentando.

Eles queriam uma audiência com o governador Ricardo Coutinho (PSB), que se encontrava no interior do Estado.

Os manifestantes foram buscar a intervenção dos parlamentares e foram recebidos pelos deputados Janduhy Carneiro (Podemos), Camilla Toscano (PSDB), João Henrique (DEM) e pela deputada Estela Bezerra (PSB), única da bancada governista, que acabou discutindo com a oposição em defesa do governo e das ações que já foram empreendidas em prol da instituição de ensino superior.

O presidente da ADUEPB, Nelson Júnior [foto], pediu para que o governo entendesse que os servidores estão numa linha de fogo e é fundamental que o governador Ricardo Coutinho receba a categoria para um diálogo ou viabilizar uma solução para o caso.

“Já tentamos por diversas vezes conversar com ele, já entregamos um documento para abrir a discussão”, disse.

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

A deputada Estela Bezerra opinou que a comissão formada para conversar com o governador quebra a ideia de autonomia da UEPB e propôs que as questões fossem resolvidas em ampla plenária como se faz com o orçamento democrático.

“É preciso que o orçamento da UEPB seja compartilhado com os Centros e seja definido por eles. Da forma como vocês falam parece até que o governo não está pagando”, ressaltou.

Conforme o sindicalista, o repasse feito à UEPB era em torno de R$ 317 milhões, mas caiu para R$ 290 e o repasse ainda é menor do que esse valor.

“É necessário que a gente escute o governador, mas temos que nos sentar à mesa para encontramos uma saída. Por enquanto, o governador não está repassando aquilo que ele mandou para Assembleia Legislativa e foi aprovado”, explicou.

O deputado Janduhy Carneiro apelou para que a deputada Estela abrisse a mesa de negociação, já que Ricardo Coutinho se recusa a receber a categoria.

A deputada disse que não cabia a ela abrir as negociações, mas intermediá-las, e pediu para que o deputado não inflamasse a situação e ajudasse na mediação considerando o que estava posto em prática pelo governo, o que foi rebatido por Carneiro que nada estava em prática, uma vez que, os servidores estavam em greve.

“Não se trata de campanha política, mas de uma lei orçamentária que está sendo desrespeitada pelo governo e aprovada por esta Casa. Ele tá criando um caos na UEPB”, destacou o deputado.
Estela afirmou que Estado está em crise e que não retirava a necessidade de fazer a mediação, mas que não faria palanque para que os deputados da oposição usassem de oportunismo da situação.

“Não vamos deixar de reconhecer o que é certo pelas dificuldades que temos. O problema de recursos está no Estado como um todo”, frisou.

Ao final ela se comprometeu mediar o debate junto ao governo.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube