...

Campina Grande - PB

Nova coluna de Rafael Holanda: Se eu pudesse

Caixa eletrônico da Secretaria de Saúde de CG é explodido durante a madrugada - image data on https://paraibaonline.com.br07/04/2017 às 8:22

Fonte: Da Redação

Caixa eletrônico da Secretaria de Saúde de CG é explodido durante a madrugada - image  on https://paraibaonline.com.br

Por Rafael Holanda (*)

Se eu pudesse retornar ao tempo, mesmo por poucos segundos; buscaria em momentos de erros uma forma simples de pedir perdão.

Se eu pudesse retornar ao tempo; procuraria conviver com meus pais e irmãos para reviver experiências singelas que se perderam na gaveta da minha vida.

Se eu pudesse retornar ao tempo eu buscaria atender aquele telefone que muitas das vezes deixei emudecer, e em algumas vezes poderia ser tão necessário.

Se eu pudesse retornar ao tempo, não teria perdido a oportunidade de participar do crescimento dos meus filhos e nem deixar de participar das suas alegrias.

Se eu pudesse retornar ao tempo eu procuraria vivenciar com mais calor a minha infância, buscar pelas ruas da minha terra, caminhos que me eram tão caros.

Se eu pudesse retornar ao tempo procuraria exercer minha função, trazendo para muitos, esperanças perdidas, e abriria janelas do tempo para contemplar a beleza da natureza.

Se eu pudesse retornar ao tempo com certeza plantaria sementes de verdades para sepultar os joios de mentiras que se espalham pela vida.

Se eu pudesse exercer a força da minha fé, transformaria desencantos em melodias de alegrias, e estancava as lágrimas no seu nascedouro.

Se eu pudesse ser bandeira de justiça, não haveria os choros das injustiças que trancam em calabouço aquele que procurou com sua esperança a força da verdade.

Se eu pudesse com minhas mãos colher o sofrimento de muitos, e modelá-lo de tal maneira para produzir um sorriso, viveria em paz.

Se eu pudesse ser a luminosidade em caminhos onde rastos de solidão deformam passadas, transformaria a estrada em verdadeira pluma de amor.

Se eu pudesse retornar ao tempo, levaria comigo os mil perdões que teria que pedir, e com certeza seria muitas vezes mais feliz.

Se eu pudesse apagar as coisas que disse os erros que ajudei construir, as displicências cometidas, as injustiças diante de um sofrimento, que por sua força; era maior que a força de uma tempestade.

Como nada disso posso realizar, buscarei nos meus sonhos uma maneira de viajar, limpar os erros cometidos e seguir adiante.

(*) Médico

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons