...

Campina Grande - PB

Deputado quer mais paridade de gênero na composição dos auxiliares do governo

Governador antecipa o fim do racionamento em Campina Grande - image data on https://paraibaonline.com.br20/03/2017 às 12:13

Fonte: Da Redação de João Pessoa

Ainda que a prerrogativa seja de cada gestor na escolha de seus auxiliares para ajudarem na administração do Estado, o deputado Anísio Maia (PT) quer tornar obrigatória a paridade de gênero entre os nomes que compõem a secretaria do governo do Estado.

Para tanto, ele apresentou uma Proposta de Emenda Constitucional nº 19/2017, que altera o artigo 89 da Constituição do Estado da Paraíba que diz: “Os Secretários de Estado, auxiliares diretos e da confiança do Governador, serão livremente escolhidos e nomeados dentre brasileiros maiores de vinte e um anos e no exercício dos direitos políticos. Parágrafo único”.

Governador antecipa o fim do racionamento em Campina Grande - image  on https://paraibaonline.com.br

Foto: Paraibaonline

O deputado alega que “estamos” em tempos modernos e justifica que os gestores devem seguir o exemplo do primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, que formou o seu governo observando a paridade de gênero nomeando 15 homens e 15 mulheres, o que foi um fato inédito para a história política do país.

“É preciso dar importância à igualdade de gênero. A postura do primeiro-ministro enfrenta uma realidade ainda presente mesmo nas sociedades ocidentais e democracias mais consolidadas: o machismo”, explicou.

Segundo ele, no Brasil, embora as mulheres sejam maioria da população encontram-se sub-representadas em espaços institucionais.

“Para citar apenas um exemplo, na Câmara dos Deputados, na atual legislatura, apenas 9,4% das cadeiras são ocupadas por mulheres. Com a aprovação da presente propositura, a Paraíba assumirá a vanguarda no que se refere às mudanças institucionais de enfrentamento ao machismo, fomentando a inserção de mulheres na vida pública do Estado, reconhecendo a importância da realidade vivenciada pelas mulheres ser devidamente refletida no âmbito do poder público”, justificou.

Na Paraíba, das 24 pastas existentes do primeiro escalão, apenas sete mulheres estão na composição: São elas: Livânia Farias (Administração), Cláudia Veras (Saúde), Cida Ramos e a adjunta, Ana Paula Almeida (Desenvolvimento Humano) e Gilberta Soares e adjunta, Gilma Germano (Mulher e Diversidade Humana).

A PEC foi publicada no Diário Oficial do Estado na última sexta-feira (17) e ainda será submetida à aprovação em plenário após apreciação da Comissão de Constituição e Justiça.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons