...

Campina Grande - PB

Coluna de Alexandre Moura: R$ 46 bilhões

17/03/2017 às 13:01

Fonte: Da Redação

Por Alexandre J. Beltrão Moura (*)

Segundo matéria divulgada pela Agência de Notícias Internacionais Reuters, este é o valor que a empresa americana INTEL, fabricante de chips para computadores, vai pagar pela compra da empresa israelense de tecnologia Mobileye, “responsável por 70% do mercado global de sistemas automáticos (robóticos) de assistência de direção e anticolisão veicular”.

Essa é mais uma clara demonstração que o mercado mundial de sistemas autônomos (sem motorista) de veículos vai crescer, rapidamente, nos próximos anos.

Tanto a INTEL quanto a Mobileye, já trabalham em conjunto, por exemplo, no projeto de carro autônomo da fabricante alemã de carros “BMW”, que pretende ter 40 veículos sem motoristas, sendo testados em várias estradas da Alemanha até o final deste ano.

Embraer no “Vale do Silício”

Outra empresa que sempre pensa no mercado global, é a brasileira Embraer, terceira maior fabricante de aviões do mundo, só superada pela europeia Airbus e pela americana Boeing.

Cada vez mais focada em “inovação para o transporte aéreo”, a Embraer vai instalar um escritório no “Vale do Silício”, no estado da Califórnia, Estados Unidos.

A ideia é ter uma equipe de inovação trabalhando, exclusivamente, na “busca de oportunidades futuras para o negócio de transporte aéreo, contando com a colaboração de startups, investidores, academia e empresas localizadas, exatamente, no maior polo de desenvolvimento de tecnologia do mundo”.

Desta forma, a empresa pretende continuar sendo umas das principais, em nível mundial, no desenvolvimento de tecnologia para o setor aeroespacial.

Hospital “Digital”

No vizinho estado de Pernambuco, o “Hospital Unimed Recife III”, passou a ser o primeiro hospital da América Latina, a ter o certificado de “Hospital Digital”.

A HIMSS (Healthcare Information and Management Systems Society), maior associação, em nível mundial, “de Informática em Saúde”, certificou o hospital recifense como um hospital “digitalizado”.

Isso significa, dentre outras coisas, que “95% dos medicamentos administrados aos pacientes passam por dupla checagem, o prontuário eletrônico (do paciente) é atualizado automaticamente e integrado com a farmácia (com a separação e identificação do remédio, por nome do paciente, número do leito e horário de administração, tudo sendo repassado eletronicamente, a equipe de enfermagem)” evitando-se assim, qualquer erro ou falha, humana.

Apoio a Eventos

O CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico lançou um edital para apoio a eventos nacionais, que “visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e da inovação do País”.

A chamada publica, em parceria com a FINEP – Financiadora de Estudos e Projetos, dispõe de um total de R$ 17 milhões, com valor máximo de até R$ 150 mil por projeto.

Podem ser apresentadas propostas para realização de eventos, tais como congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclos de conferências e outros eventos similares, todos relacionados necessariamente à C,T&I (Ciência, Tecnologia e Inovação), promovidos por sociedades ou associações científicas e/ou tecnológicas, e que sejam realizados periodicamente e que tenham abrangência regional, nacional ou internacional.

Mais informações no portal www.cnpq.br

(*) Engenheiro Eletrônico

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons