...

Campina Grande - PB

CMJP vai comemorar os 60 anos da APAE e conceder homenagens

19/03/2017 às 21:49

Fonte: Ascom

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) vai celebrar os 60 anos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de João Pessoa (Apae-JP) e o Dia Internacional da Síndrome de Down, no intuito de discutir as questões relacionadas a esta síndrome.

De acordo com Cerimonial da Casa, também estão previstas duas homenagens. Os eventos, duas sessões solenes e uma audiência pública, acontecerão no período entre 20 e 24 de março, no plenário da Casa.

Nesta terça-feira (21), às 15h, está prevista uma sessão solene para celebrar os 60 anos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de João Pessoa (Apae-JP) e entregar o Diploma de Honra ao Mérito ao presidente da instituição, Ivaldo Araújo. A vereadora Helena Holanda (PP) propôs a honraria e a solenidade.

Ivaldo Araújo nasceu em 2 de agosto de 1941, na cidade de Cuité, no Curimataú paraibano. Concluiu o Curso de Contabilidade e formou-se em Direito pela Universidade Autônoma de João Pessoa, que hoje é o Centro Universitário João Pessoa (Unipe).

Dedica-se a Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência Intelectual e Múltipla, na administração da Apae-JP, sempre implementando novas ações, visando à modernizaç&at ilde;o e o acompanhamento técnico científico do segmento.

CMJP vai discutir sobre a Síndrome de Down

As questões relacionadas à Síndrome de Down devem ser discutidas, em audiência pública, prevista para quinta-feira (23), às 10h30. A discussão foi proposta pelo vereador Thiago Lucena (PMN) em alusão ao Dia Internacional da Síndrome de Down, comemorado em 21 de março.

“O objetivo da audiência pública é dar visibilidade ao tema, reduzir o preconceito e debater as questões como acessibilidade e o ingresso dessas pessoas no mercado de trabalho, em especial, nos órgãos públicos municipais, bem como debater com as famílias e entidades as dificuldades daquelas pessoas que possuem parentes portadores da Síndrome.

Elas possuem tantas outras características quanto os demais seres humanos, ou seja, a Síndrome não as define”, justifico u o propositor.

Foto: Ascom

O parlamentar ainda destacou que o dia 21 de março foi “inteligentemente escolhido” porque a Síndrome de Down é uma alteração genética no cromossomo de número “21”, que deve ser formado por um par, mas no caso das pessoas com a Síndrome, aparece com “três” exemplares (trissomia).

Professor aposentado da UFPB, poeta e crítico literário recebe homenagem na CMJP

Ainda na quinta-feira (23), às 15h, está prevista uma sessão solene para outorgar o Título de Cidadão Pessoense ao professor doutor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), poeta e crítico literário Amador Ribeiro Neto. A solenidade e a homenagem foram propostas pelo vereador Lucas de Brito (PSL).

Amador Ribeiro Neto nasceu em Caconde, interior do Estado de São Paulo, em 1953. Em 1º de janeiro de 1991, radicou-se em João Pessoa, cidade que elegeu para trabalhar e viver. Graduou-se em Letras, é Mestre em Teoria da Literatura e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo (USP), além de Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP.

Como professor do curso de Letras da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), leciona Literatura Brasileira, Teoria da Literatura e Literatura Comparada.

Na área acadêmica de pesquisa e estudos da poesia paraibana, tem as seguintes obras publicadas: “Lirismo com siso: notas sobre poesia brasileira contemporânea”; “Poetas da Paraíba” – publicação digital do site Zunái; “Epifania da poesia: ensaios sobre haicais de Saulo Mendonça”, entre outras obras. Atualmente prepara o novo volume de “Ensaios críticas sobre a poesia paraibana contemporânea”, obra que recairá sobre a nova geração de poetas paraibanos.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons