...

Campina Grande - PB

STTP reforça sinalização informativa de monitoramento eletrônico em Campina

Fraudes à Previdência passam de R$ 56 bilhões - image data on https://paraibaonline.com.br17/06/2016 às 14:00

Fonte: Da Redação com Codecom/CG

STTP

Foto: Codecom/CG

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da Gerência de Operações de Trânsito da STTP, iniciou na última segunda-feira, 13, a campanha educativa de trânsito “Desacelere”. As ações começaram com a implementação de vários equipamentos de monitoramento eletrônico de velocidade e de avanço do sinal vermelho.

A instalação dos equipamentos, aliada à campanha educativa, é resultado dos dados obtidos pelo setor de estatística da STTP, como alternativa para a prevenção e redução dos índices de acidentes em vias de maior periculosidade.

Nos trechos das vias onde foram implantados os equipamentos de monitoramento eletrônico, a STTP está reforçando a sinalização.

Além das placas (conforme as normas do Código de Trânsito Brasileiro e colocadas a uma distância de 60 e 120 metros), antecedendo cada equipamento, agora haverá uma pintura no próprio asfalto, informando os condutores sobre a fiscalização do limite de velocidade naquela área.

Equipes de agentes e educadores de trânsito também estão realizando panfletagem nos locais, informando e tirando as dúvidas dos condutores de veículos.

Foto: Codecom/CG

Foto: Codecom/CG

De acordo com o superintendente da STTP, Félix Neto, as principais causas de acidentes em Campina Grande estão relacionadas à alta velocidade e ultrapassagem do sinal vermelho.

Com o objetivo de mapear os pontos mais críticos do município para instalação dos equipamentos, a STTP elencou os dez cruzamentos mais perigosos e que deixaram vítimas fatais.

“Nosso objetivo é salvar vidas. E para tentar amenizar os índices de acidentes estamos realizando a campanha “Desacelere”, no intuito de coibir o avanço do sinal e a alta velocidade. Nossas equipes estão abordando os motoristas, com a distribuição de folderes que apresentam as estatísticas de cada trecho da via beneficiada com o equipamento redutor”, disse Félix Neto.

Os números revelaram que, no ano de 2015, foram constatados, nos locais onde foram instalados os equipamentos, que ocorreram mais de quatro mil acidentes. Destes, três mil e trezentos deixaram vítimas e 65 delas foram a óbito.

As fiscalizações do monitoramento eletrônico estão nos seguintes locais:

Lombadas eletrônica e radar fixo – avenida Manoel Tavares (próximo ao Subway); rua Manoel Mota (próx. ao Xavante); avenida Floriano Peixoto (próx. ao Maxx) e avenida Assis Chateaubriand (Alpargatas).

Avanço de Semáforo/Velocidade de Via e Transpor a Faixa de Pedestre – Cruzamentos da avenida Brasília (Renault); avenida Rodrigues Alves (altura da Siqueira Campos); avenida Assis Chateaubriand com Odon Bezerra e Vigário Calixto, cruzamento do Shopping Luiza Motta, sendo este último considerado o mais perigoso pelo ranking realizado pelo órgão.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons