...

Campina Grande - PB

Márcio Caniello sobre PT-CG: “Eu defendo a candidatura própria”

Medida cautelar suspende criação da Guarda Militar - image data on https://paraibaonline.com.br29/06/2016 às 21:22

Fonte: Da Redação

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O professor Márcio Caniello explicou o motivo do adiamento do encontro municipal do Partido dos Trabalhadores nesta quinta-feira (29), que seria realizado na sede do Sindicato dos Bancários para decidir se o partido apóia a candidatura de Adriano Galdino ou lança candidatura própria em Campina Grande.

De acordo com o professor, o encontro que será realizado na próxima terça-feira (5) foi adiado porque houve um problema no processamento do pagamento de anuidades dos filiados e a lista de aptos para votação não estaria pronta nesta quinta-feira (30).

Entretanto, Márcio expôs que defende o lançamento de candidatura própria do partido.

-Eu defendo a candidatura própria. Acho muito importante que um partido que tenha um projeto político para o país e para a cidade tem a obrigação de apresentar essa proposta, de dialogar com a população no primeiro turno das eleições. Acho que nessa conjuntura é importantíssimo que o Partido dos Trabalhadores dialogue com a população e faça autocrítica publicamente para que possamos resgatar a imagem do partido e, evidentemente, contribuir para um debate qualificado sobre os destinos da cidade de Campina Grande – falou.

Ele pede que delegados e filiados do PT no município reflitam sobre apoiar a candidatura de Galdino.

– Tenho convicção absoluta que tantos defensores da tese da coligação ou do apoio a Adriano Galdino, tanto nós que defendemos a candidatura própria, queremos o melhor para o PT. Por isso, nós precisamos fazer um debate. Quero deixar de mensagem para os delegados (as) e filiados (as) para que nesse momento volte com muita consciência sobre essa questão do partido, pensem e reflitam sobre o que é melhor para o PT. É uma candidatura com pouca identidade com o município de Campina Grande porque deputado Adriano Galdino foi prefeito três vezes em Pocinhos, transferiu o título para Campina Grande para ser candidato a prefeito,não tem nenhuma vida orgânica no município, não tem nenhum dialogo com a sociedade. Quem vai conversar com a juventude nesse processo? Essa juventude que se mobilizou contra o golpe, que precisa ter uma interlocução? – explanou.

As informações foram veiculadas na Rádio Caturité AM.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons