...

Campina Grande - PB

Confiança industrial sobe ao maior nível desde 2014

Medida cautelar suspende criação da Guarda Militar - image data on https://paraibaonline.com.br19/06/2016 às 19:46

Fonte: Portal Brasil

A indústria, um dos setores mais afetados pela crise dos últimos anos, começa a recuperar a confiança. Em junho, os indicadores que medem a percepção do setor em relação ao futuro melhorou pelo segundo mês seguido.

Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Índice de Confiança do Empresário Industrial avançou 4,4 pontos entre maio e junho. Com esse aumento, ficou em 47,5 pontos – o maior valor desde novembro de 2014.

Foto: Reprodução/Portal Brasil

Foto: Reprodução/Portal Brasil

A melhora dos indicadores coincide com o período em que o presidente em exercício Michel Temer assumiu o Palácio do Planalto e começou a implementar medidas de ajuste da economia.

A entidade, no documento que explica os dados, explicou que esse indicador é semelhante a um termômetro: o que estiver acima de 50 indica otimismo; abaixo representa pessimismo.

Futuro

“O índice permanece abaixo dos 50 pontos, o que significa que o empresário ainda registra falta de confiança, embora cada vez menos intensa”, explicou a CNI no documento.

Para chegar ao número final, a entidade faz uma ponderação entre como o empresário vê as condições atuais e como ele projeta o futuro – as duas avaliações apresentaram melhora no estudo de junho.

Nas forma de ver as condições atuais, houve um aumento de cinco pontos, subindo de 30,1 pontos para 35,1. Esse movimento de alta foi puxado principalmente pela forma como ele vê a economia brasileira. Houve impacto positivo também de como esses empresário vê sua própria empresa.

No caso das expectativas em relação ao futuro, o industrial saiu da zona de pessimismo para a de confiança, com a pontuação subindo de 47 para 51,1.

Recuperação

Isso indica expectativa positiva para os próximos seis meses – desde outubro de 2014, o índice de expectativas encontrava-se abaixo dos 50 pontos.

Os dados mostram que esse empresário melhorou a confiança em relação à economia brasileira, mas o otimismo dele foi puxado especialmente pelas expectativas em relação à própria empresa.

Entre os segmentos industriais avaliados pela CNI, o de extração de minerais metálicos e o de biocombustíveis ultrapassaram a zona de pessimismo e estão dentro do que é considerado como área de confiança. Outros estão próximos de também romper esse limite.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons