...

Campina Grande - PB

Associações Comerciais da PB pedem apoio de senadores pelo “Crescer sem Medo”

PSDB anuncia convenções em todos os níveis - image data on https://paraibaonline.com.br17/06/2016 às 21:41

Fonte: Da Redação com Ascom

As empresas brasileiras, em especial as micro e pequenas, vivem momentos de muitas dificuldades. Basta circular pelas cidades brasileiras, tanto nas periferias como nos endereços mais nobres e mesmo nos shopping centers, para constatar a dimensão da atual crise econômica.

São pontos comerciais em assombrosa sequência de portas fechadas, a disposição para venda ou aluguel. E o que é pior: sem interessados em assumir o papel daqueles que viram frustrados os sonhos acalentados em décadas de vida.

Na esteira desta crise, muitos empreendedores ainda se esforçam em manter seus negócios ativos, cortando custos, renegociando contratos, buscando eficiência e se endividando. Anseiam por medidas concretas capazes de sinalizar dias melhores e apoio a quem produz, emprega, faz girar a economia e recolhe tributos.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Diante da inércia econômica do País, é imperativa a reversão do cenário econômico, dos números do desemprego e da própria crise fiscal.

Isso, inegavelmente, passa pela prática de uma nova legislação de estímulo para os pequenos negócios. Números oficiais mostram que em 2014 cerca de 33 mil pequenos negócios eram fechados por mês no país. Esse número passou para 55 mil no ano passado, já atingindo 62 mil este ano.

Preocupadas com este cenário e na esperança de recuperar e impulsionar a atividade destes milhões de empreendedores brasileiros, a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado da Paraíba (FACEPB) e a Associação Comercial e Empresarial de Campina Grande (ACCG), estão dirigindo ofício aos senadores paraibanos solicitando apoio para a imediata aprovação do PLC nº 125/15, conhecido como “Crescer sem Medo”, que altera o Supersimples.

Segundo Alexandre Moura, presidente FACEPB, essa matéria relatada pela Senadora Marta Suplicy, foi bastante debatida e negociada e está madura e consistente, pronta para a análise conclusiva dos Senadores.

O Presidente Renan Calheiros (PMDB/AL), na semana passada, através de meios de comunicação do Senado (TV e jornal), manifestou posição absolutamente favorável à aprovação do tema em curto espaço de tempo.

Álvaro Barros, presidente da ACCG, disse que os empresários estão seguros em afirmar que o apoio dos senadores paraibanos Cassio Cunha Lima, José Maranhão e Raimundo ao PLC nº 125/12, trará resultados muito positivos. Para ilustrar o potencial dos pequenos negócios, o dirigente empresarial citou alguns indicadores referentes aos microempreendedores.

De acordo com Álvaro barros, eles foram responsáveis 99,7% das novas vagas de emprego da última década; recolheram R$ 508 bilhões no Simples entre agosto de 2007 e abril de 2016; aumentaram em 208% em termos reais a arrecadação do ISS dos municípios desde 2007, e formalizaram 6.138.177 Microempreendedores Individuais até a presente data.

No documento dirigido aos senadores, a FACEPB e a ACCG reiteram a absoluta necessidade da aprovação do PLC 125/15 no Senado, para que as pequenas empresas tenham do Congresso Nacional o estimulo capaz de deflagrar a retomada da confiança, contratações, empregos, dinamismo e arrecadação de tributos em toda a cadeia de valor.

Veja também

Comentários

Simple Share Buttons