Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

sábado, 27/05/2017

Risco de involução

Inflação das ´cotações´

Se tomarmos, ao pé da letra, o noticiário político de dois momentos marcantes de nossa história recente, vamos observar um salto imenso.

A saber. Quando da tramitação, na década de 90, da emenda da reeleição no Congresso Nacional, foi divulgada a compra de votos favoráveis à proposta, ao preço de R$ 200 mil por deputado federal.

 

sexta-feira, 26/05/2017

Jobim ´cai fora´

Reforma inócua

Em palestra esta semana, para educadores da região de Campina Grande, o professor Moaci Alves Carneiro observou que a recentemente aprovada reforma no ensino médio é “inexequível”, ou seja, sem aplicação prática.

Ele publicou um artigo esta semana aqui no PARAIBAONLINE sobre o assunto.

quinta-feira, 25/05/2017

O PMDB bate cabeça

Um conterrâneo na disputa

A Associação Nacional dos Procuradores da República recebeu oito candidaturas para a eleição interna (última semana de junho) que vai definir o sucessor do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que deixará o cargo em setembro.

São postulantes os procuradores Carlos Frederico Santos, Eitel Santiago (paraibano), Ela Wiecko, Franklin Rodrigues da Costa, Mario Bonsaglia, Nicolao Dino, Raquel Dodge e Sandra Cureau.

 

quarta-feira, 24/05/2017

“Por enquanto”

As razões de Janot

Foi aberto um debate pelo País acerca das concessões feitas pela Procuradoria Geral da República para obter a delação premiada do Grupo JBS (Friboi).

Muitas pessoas e, notadamente, muitos especialistas, consideram um excesso incabível.

O titular da PGR, Rodrigo Janot, publicou ontem um artigo (UOL) se posicionando sobre a polêmica. Leia alguns trechos.

terça-feira, 23/05/2017

O paradoxo do Governo Temer

Para o Brasil respirar

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) disse ontem à Coluna que o PSDB aguarda a manifestação do Judiciário para se posicionar definitivamente acerca do Governo Temer.

Essa postura – salientou – não é ´murista´, mas na perspectiva de assegurar um mínimo de governabilidade e de estabilidade econômica ao País, mesmo que essa posição enseje desgaste político e até eleitoral.

segunda-feira, 22/05/2017

Deboche alagoano

´Tucano´ ameaçar ´ciscar´

O Senado pode desobedecer a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, que determinou em liminar que o mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG) seja suspenso.

A estratégia, já discutida por alguns senadores, prevê que a defesa de Aécio recorra à Mesa do Senado questionando a validade da medida, conforme o jornal Folha de São Paulo.

sábado, 20/05/2017

Bandalheira sem fim

PT e PMDB interligados

Na delação de Ricardo Saud, executivo do grupo JBS (Friboi), ele contou que a direção da empresa acertou com o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega (governos Lula e Dilma), o repasse de R$ 35 milhões a seis senadores do PMDB, entendimento que passou por Michel Temer (PMDB).

 

 

sexta-feira, 19/05/2017

Tempestade que não cessa

Ocaso mineiro

Por tudo o que se viu e se ouviu, ontem, a carreira política do senador (afastado) Aécio Neves (PSDB-MG) foi ferida de morte, pelo menos na dimensão nacional que possuía.

Não por acaso, a maior parte dos parlamentares da sigla cobrou – e obteve – o seu afastamento da presidência nacional do PSDB.

 

quinta-feira, 18/05/2017

Acabou!

Não sobraram dúvidas

Se o prezado leitor tinha algum angelical resíduo de dúvida sobre o quase completo apodrecimento da classe política brasileira, a proposta de delação de empresários do grupo JBS (Friboi) à força-tarefa da Operação Lava Jato, revelada ontem pelo jornal O Globo, tritura essas expectativas.

quarta-feira, 17/05/2017

Eleição ainda pendente

´Gincana salarial´

A questão salarial no âmbito do Ministério Público na Paraíba tem sido objeto de discussões e comentários, em decorrência da ´artificialização´ para a alavancagem de remunerações.

Cita-se, como exemplo, um promotor de justiça que por ventura seja titular de uma Promotoria em João Pessoa. Eis que esse servidor público pede para assumir como promotor substituto uma Promotoria em Campina Grande. Esse procedimento eleva a sua remuneração, podendo ocorrer o movimento contrário com outro membro do MP, o que resultaria igualmente em majoração remunerativa.